Chuva muda planos. Campeões do Sertões podem ser conhecidos neste sábado.

 

Sexta movimentada no Sertões. Última etapa se transforma em deslocamento. Etapa que atravessou o Raso da Catarina provoca alterações na classificação geral dos UTVs e quadriciclos.

 

Mudança na programação do Sertões 2021. As chuvas fortes na divisa entre Alagoas e Pernambuco levaram a organização do maior rally das Américas a transformar, por segurança, a nona e decisiva etapa em um deslocamento, entre Arapiraca (AL) e Tamandaré (PE). O que transformou o sábado e o estágio entre Delmiro Gouveia e Arapiraca em decisivos. Os resultados ao fim do dia vão definir, virtualmente, os campeões da prova. O que facilita o trabalho de quem lidera e, ao mesmo tempo, dá a quem persegue um dia a menos para tentar reverter a situação.

A sexta-feira do rally foi bastante movimentada. A sétima etapa do Sertões 2021, levou os competidores a atravessar os caminhos pelos quais Virgulino Ferreira, o Lampião, e seus homens se embrenharam. Os cânions do Raso da Catarina, em território baiano, proporcionaram um visual estonteante e, ao mesmo tempo, uma especial sinuosa, técnica e que exigiu atenção total, com erosões, areia e pedras. Um cenário que exaltou os destaques nas quatro modalidades e provocou mudança na liderança de duas delas: UTVs e Quads.

Nos quadricilos, Marcelo Medeiros (Yamaha) sofreu uma queda após a segunda parcial da especial de 234,98km. Foi prontamente resgatado e liberado pela equipe médica. Porém, por não completar a especial foi penalizado em tempo e viu suas chances de conquistar o quinto título ir embora. Com seu veículo recuperado, ele volta a acelerar neste sábado para completar o desafio. O líder agora é o argentino Manuel Andujar (Yamaha), atual campeão do Dakar. Além de somar pontos importantes na briga pelo título mundial, ele vê agora a chance de incluir a vitória no Sertões em seu extenso currículo.

Nos UTVs, o cenário mudou completamente com a desclassificação de Rodrigo Varela, que liderava, e de seu irmão, Gabriel, por atitude antidesportiva. Gabriel descumpriu as zonas de radar e o tempo de abastecimento para ter a chance de sair à frente na segunda parte da especial, sob o argumento de que ajudaria Rodrigo como apoio rápido. O jogo de equipe acabou interferindo na prova de Denísio Casarini, que lutava segundo a segundo pela ponta. Com a decisão dos comissários, Casarini passa a comandar e se aproxima do bicampeonato.

Nas motos, Adrien Metge (Yamaha) foi o mais rápido pelo sexto dia seguido – venceu também a primeira etapa, mas acabou penalizado. Agora, tem 16min10 de vantagem sobre Jean Azevedo (Honda).

A disputa entre os irmãos Baumgart segue emocionante entre os carros. Cristian venceu a etapa e conseguiu descontar parte da diferença que o separa de Marcos, terceiro melhor do dia. Com outra picape Toyota da X Rally, Sylvio de Barros se intrometeu no duelo em família.

O QUE ELES DISSERAM

Adrien Metge (Motos)

“Agora será uma etapa a menos, é manter a concentração e andar com inteligência. A vantagem é interessante, mas é necessário chegar ao fim”.

Cristian Baumgart (Carros)

“Não deu para apreciar muito, mas a etapa foi certamente a mais bonita do rally. E também exigente, técnica e sinuosa. Muitas erosões, pedras e bastante navegação. A briga com o Marcos e o Sylvio foi bastante apertada, não desisti de lutar pela liderança”.

Manuel Andujar (Quads)

“Nunca é bom quando um rival cai, é algo que pode acontecer com qualquer um de nós, parei para dar a primeira assistência e fico feliz que ele (Marcelo Medeiros) esteja bem. Consegui encontrar meu ritmo de prova e é assim que pretendo seguir nestes últimos dois dias, a vantagem para o Sonik é confortável, mas é preciso terminar”.

 

8ª ETAPA – Sábado 21/08 – Delmiro Gouveia (AL) – Arapiraca (AL)

DI – 9,14KM TE – 152,28KM DF – 87,04KM

TOTAL: 248,47KM

Pela primeira vez em 29 anos de história o Sertões passa pelo lindo estado de Alagoas. E não tinha outro jeito melhor de homenagear esse estado a não ser dando um nome de etapa pra ele. A etapa sai de Delmiro Gouveia, que ganhou esse nome graças a um grande comerciante da época que ficou rico vendendo couro de bode para Nova Iorque! E termina em Arapiraca, que leva esse nome porque nasceu ao redor de uma árvore de mesmo nome.

O rally está entrando na reta final. O penúltimo dia começa com um pequeno deslocamento inicial e larga na saída de Delmiro Gouveia. Apesar de não ser uma especial longa, é muito trabalhosa e dura. Começamos com estradas de fazendas com muitas erosões e pedras com travessias de rios e muitos trechos estreitos. Seguimos por uma estrada de alta velocidade até a descida da serra. Deste trecho em diante a prova fica muito pesada com muita navegação e trechos de trial. Segue nesta característica até o final da especial. Terrenos: piçarra, cascalho e muitas pedras.

 

RESULTADOS

7ª ETAPA – 20/08 – Petrolina (PE) – Delmiro Gouveia (AL)

DI – 138,84KM TE – 239,98KM DF – 62,29KM = TOTAL: 441,12KM

“Lampião”

 

MOTOS

1) #4 Adrien Metge, (1)MT1, Yamaha WR450F, 3h04min51

2) #6 Bissinho Zavatti, (1)MT2, Honda CRF450RX, 3h09min49

3) #3 Jean Azevedo, (2)MT1, Honda CRF450RX, 3h10min14

4) #7 Gregório Caselani, (3)MT1 Honda CRF450RX, 3h12min36

5) #5 Túlio Malta, (2)MT2, Yamaha WR450F, 3h18min10

 

QUADS

1) Manuel Andujar, Yamaha Raptor 700, 3h32min09

2) Rafal Sonik, Yamaha Raptor 700, 4h02min54

 

CARROS

1) Cristian Baumgart/Beco Andreotti, (1)T1FIA, Toyota Hilux IMA 2021, 2h58min59

2) Sylvio de Barros/Rafael Capoani, (2)T1FIA,  Toyota Hilux IMA 2021, 2h59min07

3) Marcos Baumgart/Kleber Cincea, (3)T1FIA, Toyota Hilux IMA 2021, 2h59min10

4) Marcelo Gastaldi/Cadu Sachs, (4)T1FIA, Buggy Century CR-6, 3h03min17

5) Carlos Ambrósio/Luiz Afonso Poli, (1)OP, Buggy Giaffone V8, 3h08min26

 

UTV

1) #217 Aristides Mafra/Breno Rezende, (1)UT1, Can-Am Maverick X3, 3h10min08

2) # 234 Diogo Mesquita/Deco Muniz, (1)UT2, Can-Am Maverick X3, 3h11min00

3) # 222 Fábio Pirondi/Marcelo Ritter, (2)UT2, Can-Am Maverick X3, 3h11min23

4) #206 Denísio do Nascimento/Idali Bosse, (2)UT1, Can-Am Maverick X3, 3h11min33

5) #202 Rodrigo Luppi/Maykel Justo, (3)UT1, Can-Am Maverick X3, 3h12min05

 

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL

MOTOS

1) #4 Adrien Metge, (1)MT1, Yamaha WR450F, 27h12min55

2) #3 Jean Azevedo, (2)MT1, Honda CRF450RX, 27h29min05

3) #6 Bissinho Zavatti, (1)MT2, Honda CRF450RX, 27h43min20

4) #5 Túlio Malta, (2)MT2, Yamaha WR450F, 28h01min54

5) #7 Gregório Caselani, (3)MT2, Honda CRF450RX, 28h09min28

 

QUADS

1) #107 Manuel Andujar, Yamaha Raptor 700, 29h46min16

2) #101 Rafal Sonik, Yamaha Raptor, 31h54min42

3) #100 Marcelo Medeiros, Yamaha YFM700R, 37h03min53

 

UTV

1) #201 Denísio Casarini/Ivo Meyer, (1)UT1, Can-Am Maverick X3, 27h43min33

2) #250 André Hort/Matheus Mazzei, (2)UT1, Can-Am Maverick X3, 28h00min14

3) #202 Rodrigo Luppi/Maykel Justo, (3)UT1, Can-Am Maverick X3, 28h00min37

4) #267 João Monteiro/Victor Melo, (4)UT1, Can-Am Maverick X3, 28h05min05

5) #211 Gabriel Cestari/Jhonatan Ardigo, (1)UT2, Can-Am Maverick X3,  28h18min31

 

CARROS

1) #301 Marcos Baumgart/Kleber Cincea, (1)T1FIA, Toyota Hilux IMA 2021, 23h10min06

2) #302 Cristian Baumgart/Beco Andreotti, (2)T1 FIA, Toyota Hilux IMA 2021, 23h11min46

3) #315 Sylvio de Barros/Rafael Capoani, (3)T1 FIA, Toyota Hilux IMA 2021, 23h48min39

4) #368 Julio Capua/Emerson Cavassin, (4)T1FIA, Toyota Hilux V8, 24h23min27

5) #359 Dan Nacif/Marco Túlio Lana, (1)OP, Buggy Giaffone V8, 24h29min41

 

Comunicação Sertões

Meg Cotrim

11 99182-8180

 

Isis Moretti

11 94241-7141

 

Rodrigo Gini

31 99616-4179

 

 

Leave A Comment

ASSISTA AO MANIFESTO SERTÕES