Sertões promete disputa intensa nas Motos e Quads. Prova volta a valer pelo Mundial

 

Maior rally das Américas volta a fazer parte do calendário do Mundial FIM – principal campeonato de rally Cross Country do planeta, um incentivo a mais para os pilotos. Largada acontece dia 13/08.

 

Como maior rally das Américas, o Sertões, por si só, é um desafio único para quem o encara, pelas distâncias, variedade de terrenos e o nível técnico elevado. Para as motos e quadriciclos, a edição 2021 da prova, entre 13 e 22 de agosto, traz um tempero a mais: volta a valer pelo Mundial de Rally Cross-Country FIM depois de sete anos. Com isso, vencê-la será sinônimo de triunfo numa etapa do principal campeonato da modalidade. Nos 3.615km de percurso por sete estados do Nordeste, a promessa é de uma prova intensa e bastante técnica, exigindo da navegação e do equipamento. No total, são 65 Motos e 3 Quads na disputa.

Se candidatos à vitória são vários, o favoritismo não pode fugir do vencedor de 2020. O catarinense Ricardo Martins (Yamaha IMS Rally Team) mostrou ser um piloto completo numa edição em que a chuva e a lama trouxeram condições complicadas para a caravana. Desta vez, no entanto, ele terá um rival à altura também no próprio time. Bastante experiente com resultados de destaque nas principais provas de rally cross-country, o francês Adrien Metge viu a participação no ano passado frustrada pelo diagnóstico positivo de Covid-19. Desta vez acelera para se tornar mais um estrangeiro a vencer a prova (o quarto depois de Cyril Despres, Marc Coma e Paulo Gonçalves).

A principal oposição às motos azuis vem das máquinas vermelhas da Honda. A equipe alinha três nomes capazes de levar na geral, a começar pelo maior vencedor da história do Sertões, Jean Azevedo (sete títulos). O gaúcho Gregório Caselani, melhor em 2016, está de volta, depois de uma lesão o tirar da edição 2020. E o paulista Júlio Zavatti, o Bissinho, mostrou em sua primeira chance com uma moto da principal categoria estar pronto para brigar pelo alto do pódio (vice-campeão ano passado).

Por falar em nome que ganha espaço na disputa, o também paulista Vítor Siqueira está de volta. No ano passado, em sua estreia, ele foi a revelação, com um ritmo consistente e sem erros. Foi bem além do primeiro objetivo, que era vencer na classe Maratona (que não permite a troca do motor e outros componentes) e concluiu o desafio como o terceiro melhor na geral.

Self by Motul

Mais uma vez a categoria Self by Motul será uma atração à parte. Nela, os 11 inscritos são os únicos responsáveis pela manutenção das máquinas, num clima em que a camaradagem é tão grande quanto a rivalidade. Melhor em 2020, o mineiro Marco Antônio Pereira volta para buscar o bi, mas não terá facilidade.

Três mulheres alinham no pelotão. Moara Sacilotti larga para sua 22ª participação. Laura Lopes, da Guiana Francesa, está de volta, depois de completar a prova no ano passado. E Janaína Fagundes de Souza está inscrita na Self by Motul.

Quads

Nos quadriciclos, Marcelo Medeiros, atual campeão e dono de quatro títulos do Sertões terá pela frente dois dos maiores nomes da modalidade, o que promete um rally emocionante. Vencedor da prova em 2010 (quando também valia pelo Mundial), o polonês Rafal Sonik está de volta. E o campeão do Dakar 2021 também se junta à caravana. O argentino Manuel Andujar larga de Pipa em busca de uma vitória que tornaria sua temporada ainda mais impressionante.

 

O que eles disseram:

Ricardo Martins

“Estou muito bem fisicamente, a moto bastante ajustada e a equipe preparada. Estamos em um ritmo bom, corremos outras provas na temporada. O Sertões deste ano vai ser diferente, com um piso diferente por ser todo disputado no Nordeste, mas não existe Sertões fácil. Vou batalhar pela vitória mais uma vez. Vamos pra cima!”

 

Júlio Zavatti, o Bissinho

“A prova será dura e difícil. Estou muito feliz e preparado para encarar novamente esse desafio. Me dediquei bastante e chego muito focado e cheio de vontade”.

 

Jean Azevedo

“As etapas este ano não serão tão longas, mas os dias prometem ser intensos e disputados. Do roteiro, a etapa chave será o primeiro dia da Maratona, com chegada em Xique Xique, em que teremos muita areia. Treinamos intensamente para chegar bem preparados a mais esse desafio, que é o principal da temporada”.

 

Marcelo Medeiros

“Todo ano é um rally diferente. A logística ficou muito boa com deslocamentos mais curtos e em uma região com piso que gosto de pilotar, mais arenoso e bem técnico. Não vejo a hora de acelerar!”

 

Siga-nos em nossas redes sociais e saiba tudo sobre o SERTÕES:

Site: www.sertoes.com

Instagram: @sertoes

Facebook: https://www.facebook.com/sertoesoficial

Youtube.com/sertoesoficial

Twitter.com/sertoesoficial

 

Comunicação Sertões

Meg Cotrim

11.99182 8180

 

Isis Moretti

11 94241-7141

 

Rodrigo Gini

31 99616 4179

 

 

Leave A Comment

ASSISTA AO MANIFESTO SERTÕES