Após Jalapão líderes se mantêm, mas disputa segue indefinida. Sertões chega no Maranhão.

Caravana do Sertões 2020 supera etapa exigente e divertida. Sexta-feira reserva o dia de maior quilometragem desta edição, com expectativa de muita velocidade e areia.

 

Exigente. Dura. Técnica. Variada. Mas, principalmente, divertida. A quinta etapa do Sertões 2020 levou a caravana de Palmas à Bolha 5, no Maranhão, com um desafio digno da tradição do maior rally das Américas. As diferenças reduzidas nas primeiras posições em todas as categorias confirmaram a competitividade e o equilíbrio de uma disputa que tem tudo para se definir apenas na última especial, sábado, em Barreirinhas. Até mesmo o deslocamento final, praticamente todo em terra, exigiu dos competidores.

Nos carros, o duelo entre os irmãos Baumgart (ambos com a Toyota Hilux IMA do X Rally Team) chega à reta final emocionante e indefinido. Nesta quinta-feira, Marcos e Kleber Cincea superaram Cristian e Beco Andreotti por apenas 18 segundos e conseguiram ampliar, ainda que pouco, a vantagem (para 1min26, na véspera estava em 1m08). Foi a terceira vitória da dupla, contra uma do irmão. Domínio absoluto da XRally na prova até aqui. Os atuais campeões Lucas Moraes/Kaíque Bentivoglio (Ford Ranger V8 T1/MEM) voltaram a ficar em terceiro no dia e mantiveram a quarta posição no acumulado, a 29 minutos dos líderes.

Já nos UTVs, o dia foi de Bruno Varela/Gustavo Bortolanza (Can-Am Maverick X3/Varela Can-Am Monster Energy). Com problemas na quarta etapa, estão fora da briga pela vitória, que fica cada vez mais entre Rodrigo Varela (irmão de Bruno)/Gunnar Dums (Can-Am Maverick X3/Varela Can-Am Monster Energy) e Deninho Casarini/Ivo Meyer (Can-Am Maverick X3/Casarini Racing). Casarini conseguiu descontar 4 minutos da desvantagem para o rival, mas Rodrigo e Gunnar ainda contam com vantagem de 4m36.

Sobre duas rodas, Tunico Maciel (Honda CRF 450RX/Honda Racing) segue atacando, disposto a tirar a primeira posição de Ricardo Martins (Yamaha WR 450F/IMS Yamaha) para conquistar o tri. O mineiro foi 35 segundos mais rápido que o catarinense para vencer pelo segundo dia seguido. Martins está 4min30 à frente de Tunico na geral. Mais uma vez o paulista Vítor Siqueira (KTM 450EXC/Dust Off-Road) impressionou, como o terceiro mais rápido da etapa. Em sua estreia no Sertões, ele mantém o quarto posto na geral, à frente de vários pilotos com motos de times oficiais. Jean Azevedo (Honda CRF 450RX/Honda Racing) enfrentou problemas de motor e também a chance de brigar pelo título de 2020.

Nesta sexta-feira, a penúltima etapa promete ser tão exigente e variada quanto a de hoje. No cardápio, 300km cronometrados.

6ª etapa – 6/11 Sexta-feira.

DI 128 km – TE 300 km – DF 313 km = Total 741 km

Um deslocamento inicial de 128 km de asfalto e uma especial completa, de quase 300 km. Prova belíssima, começando por estradas boas, de média velocidade. Muitas pontes e lombas. E um visual incrível da região. No final de seu primeiro terço fica bem travada e estreita, seguindo assim até o primeiro abastecimento para motos. Após isso, passa a ser rápida, com muitas lombadas, DEPS, passando por lugares um pouco mais povoados até a entrada em retas de altíssima velocidade, estilo aeroporto, retas sem fim. Exige muita coragem dos competidores para acelerar tudo o que o carro pode. E as motos respeitando os limites de velocidade. Entramos nas areias com muita navegação. O último trecho fica bem rápido, ainda com bastante areia, seguindo assim até o final. Predomínio de areia, cerca de 50% do percurso, mas tem trechos de piçarras, muita navegação e locais mais escondidos. Deslocamento final de 313 km, sendo a etapa mais longa, com 741 km. Prova fantástica.

O que eles disseram

Tunico Maciel (Motos)

“Gostei bastante da especial, bem legal. Depois do abastecimento ela ficou rápida, com alguns lugares sinuosos, perigosos, mas alertados na planilha. No fim um deslocamento na terra bem cansativo. Amanhã tem mais, será o dia mais extenso do rally e vou seguir buscando diminuir a diferença para o líder. Desistir, jamais”.

Rodrigo Varela (líder UTVs)

“Foi um dia bastante longo, 610 quilômetros, pegamos bastante chuva. Vamos procurar fazer uma especial limpa amanhã e procurar manter essa posição até o fim do rally”.

Marcos Baumgart (líder Carros)

“Uma especial completa, com trechos em areia, rápidos, travados, bastante interessante. A diferença em relação ao Cristian segue muito pequena, um furo de pneu e a situação pode mudar completamente”.

Cristian Baumgart (Carros)

“Tivemos algum problema para superar o Lucas (Moraes), por causa da poeira deixada por ele; e os UTVs. Justamente no trecho mais rápido, em que a ideia era atacar mais forte. A especial foi muito variada, teve trechos de alta, travados, muito salto, um pouquinho de Jalapão, com areião. Foi muito prazerosa. Esse Sertões está sendo muito legal e muito diferente, exigindo ainda mais versatilidade”.

RESULTADO DA QUINTA ETAPA (Extra oficial)

Confira o resultado completo no link: https://resultados.sertoes.com/

A melhor fonte de resultados do Sertões é o APP da prova, onde é possível acessar também a posição de cada veículo, em tempo real em uma conexão com o GPS de cada veículo. O APP Sertões está disponível para Android e IOS com download gratuito.

MOTOS

1) #01 Tunico Maciel, (2)MT1, Honda CRF 450 RX, 03h41min47

2) #03 Ricardo Martins, (1)MT1, Yamaha WR 450 F, 03h42min23

3) #72 Vitor Pinheiro Siqueira, (1)MT3, KTM 450 EXC, 03h43min23

4) #08 Bruno Leles, (3) MT2, Yamaha WR 450F, 03h46min13

5) #11 Júlio Cesar Zavatti, Honda CRF 450 RX, (1)MT2, 03min46s38

UTVs

1) #207 Bruno Varela/Gustavi Bortolanza, Can-Am X3 XRS, UT1, 03h45min38

2) #212 Denisio Casarini/Ivo Renato Mayer, Can-Am X3, UT1, 03h47min06

3) #214 Rodrigo Varela/Gunnar Dums, Can-Am X3 XRS, UT1, 03h47min50

4) #202 Gabriel Varela/Eduardo Shiga, Can-Am X3 XRS, 03h48min05

5) #205 Edu Piano/Solon Mendes, Can-Am X3 XRS, 03h49min08

CARROS

1) #304 Cristian Baumgart/Beco Andreotti, (1)T1, Toyota Hilux Ima, 03h36min53

2) #303 Marcos Baumgart/Kleber Cincea, (2)T1, Toyota Hilux Ima, 03h37min11

3) #301 Lucas Moraes/Kaique Bentivoglio, (1)T1BR, Ford X Rally Ranger, 03h38min36

4) #312 José Hélio Rodrigues/Lauro Sobreira, (2)OP, Giaffone Racing Buggy V8, 03h39min29

5) #315 Sylvio De Barros/Rafael Capoani, (3)T1, Ford X Rally Ranger, 03h41min23

CASSIFICAÇÃO ACUMULADA

MOTOS

1) #03 Ricardo Martins, (1)MT1, Yamaha WR 450 F, 17h16min19

2) #01 Tunico Maciel, (2)MT1, Honda CRF 450 RX, 17h20min50

3) #11 Júlio Cesar Zavatti, Honda CRF 450 RX, (1)MT2, 17min27min10

4) #72 Vitor Pinheiro Siqueira, (1)MT3, KTM 450 EXC, 17h36min03

5) #05 Tulio Malta, (2)MT2, Yamaha WR 450F, 17h37min11

UTVs

1) #214 Rodrigo Varela/Gunnar Dums, Can-Am X3 XRS, (2)UT1, 17h12min51

2) #212 Denisio Casarini/Ivo Renato Mayer, Can-Am X3, (1)UT1, 17h17min27

3) #206 Rodrigo Luppi/Maykel Justo, (1)UT2, Can-Am X3 XRC, 17h36min31

4) #252 Marcelo Tomasoni/Breno Resende, (1)UOV, Can-Am X3, 17h43min33

5) #221 Richard Fliter/André Munhoz, (3)UT1, Can-Am X3, 17h43min47

CARROS

1) #303 Marcos Baumgart/Kleber Cincea, (2)T1, Toyota Hilux Ima, 16h44min14

2) #304 Cristian Baumgart/Beco Andreotti, (1)T1, Toyota Hilux Ima, 16h45min40

3) #315 Sylvio De Barros/Rafael Capoani, (3)T1, Ford X Rally Ranger, 17h13min11

4) #301 Lucas Moraes/Kaique Bentivoglio, (1)T1BR, Ford X Rally Ranger, 17h13min35

5) #317 Thiago Rizzo/Léo Magalhães, (1)OP, Giaffone Racing Buggy V8, 17h33min16

 

O SERTÕES

Um ano diferente pede um Sertões diferente. O maior rally das Américas se transforma no “Rally da Solidariedade”. A 28ª edição da prova traz adaptações relevantes nas suas três dimensões: Esporte, Social e Turismo. A missão este ano é levar acesso à medicina de qualidade e fomento econômico para as comunidades remotas e carentes do Brasil. Este ano a ação social do Sertões está focada em dois pilares: 1. Saúde: a instalação de unidades de teleatendimento médico gratuito de qualidade, projeto inovador desenvolvido pelo SAS Brasil;  2. Legado econômico: Ação coordenada com o SEBRAE em apoio à campanha ‘COMPRE DO PEQUENO’. Aquisição de cestas básicas de pequenos produtores locais que serão distribuídas nas regiões aos que estão sem trabalho e renda, além de todo abastecimento das Bolhas Sertões. O lado competitivo da prova foi adaptado e traz um protocolo de segurança especial com 10 medidas. A caravana ficará isolada em bolhas durante o percurso, em acampamentos fechados. Já a dimensão Turismo, que revela lugares que pouca gente conhece, foi postergada para 2021.

O ROTEIRO SERTÕES 2020

O Sertões 2020 saiu da Fazenda Velocitta, em Mogi Guaçu (SP) dia 30/10 e chega em Barreirinhas (MA) dia 07/11. Vai cruzar cinco Estados e o Distrito Federal – SP, MG, DF, GO, TO e MA. Este ano, excepcionalmente, não haverá chegada às cidades anfitriãs. Toda a caravana se fechará em bolhas – locais isolados, afastados de adensamento.  Esses locais serão mantidos sob sigilo, a fim de evitar aglomeração. Os locais exatos das bolhas só serão revelados aos competidores na véspera. Todos seguirão por uma rota pré-estabelecida e monitorada.

 

Siga-nos em nossas redes sociais e saiba tudo sobre o SERTÕES:

Site: www.sertoes.com

Instagram: @sertoes

Facebook: https://www.facebook.com/sertoesoficial

Youtube.com/sertoesoficial

 

Comunicação – Sertões

Meg Cotrim: + 55 11 99182 8180

Alexandre Salvador: + 55 11 99625 1054

Silvana Grezzana: +55  99972 6966

Rodrigo Gini: + 55 31 99616 4179

 

Leave A Comment

ASSISTA AO MANIFESTO SERTÕES 2020

CONFIRA O VÍDEO DO SERTÕES NA MÍDIA NO LANÇAMENTO DO ROTEIRO 2020